Critérios de Avaliação

- A comprovação do desempenho do aluno é realizada através de instrumentos como testes, provas, trabalhos escritos e orais, relatórios, projetos.

- O resultado é expresso pela palavra APTO e pela expressão NÃO APTO, para sinalizar ao aluno a aquisição ou a não-aquisição das competências requeridas pelo perfil profissional de conclusão.

Matriz curricular

Estágio

- O estágio constitui a prática de ensino do educando e visa ao bom desempenho de sua profissão e à complementação de sua formação.

- O estágio curricular é previsto para a 3º etapa do Curso Técnico em Informática conforme a matriz curricular, devendo ser realizado em 100 horas.

- Para a realização do referido estágio, o aluno deverá pagar o seguro obrigatório que será oportunizado através da escola em forma de apólice coletiva.

- O desenvolvimento do estágio é regulamentado e supervisionado pela comissão de estágio constituída pelo coordenador do estágio, professores orientadores e representantes da empresa onde o estágio é realizado.

- Ao término do estágio, o aluno deverá apresentar a uma banca de professores um relato oral e um trabalho final escrito, em data e horário previamente agendados.

Obs.: A solenidade de formatura - conclusão do Curso - é unificada.

Dependência

- Os alunos que, após estudos adicionais no final do módulo ou etapa, forem considerados Não-Aptos terão a oportunidade de realizar dependência.

- Os estudos de dependência são realizados em períodos concomitantes, porém em horários diferenciados, (sempre que houver compatibilidade do horário do aluno e da oferta da Escola).

Recuperação

- O estudo de recuperação visa ao oferecimento de novas oportunidades para que o aluno progrida nos estudos.

- Devem ser apresentados paralelamente ás competências e desenvolvido no decorrer de cada módulo ou etapa.

- Caso o aluno ainda permaneça com dificuldades, a escola volta a oferecer depois de concluído o módulo ou etapa, nova oportunidade de recuperação: os estudos adicionais.

- Dos estudos adicionais, podem participar todos os alunos. Nos estudos adicionais, são retomadas as competências e habilidades, aplicando-se novos instrumentos de avaliação.

Perfil Profissional de Conclusão

O egresso do Curso Técnico em Contabilidade - Área de Gestão deve ser um profissional capaz de desenvolver processos de mudanças, objetivando a excelência contábil, transformando as informações em conhecimentos técnicos e operacionais inerentes à área de gestão;

- Deve ser auto gerenciador dos seus serviços, adaptar-se às novas tecnologias, ser aprendiz permanente, buscando o aperfeiçoamento técnico, socializando os seus conhecimentos na área contábil;

- Deve ter capacidade de liderança, de trabalho em equipe;

- Deve preparar-se para enfrentar situações adversas;

- Ter iniciativa, criatividade, senso crítico, ter espírito empreendedor e ético para exercer a cidadania, contribuindo para a prática da gestão social;

- Ter visão ampla de contabilidade na área de gestão, ser organizado no planejamento, nas operações, nos controles e nos processos que se referem ao patrimônio, à produção e aos sistemas de informações da contabilidade em geral, conforme legislação em vigor;

- Exercer a atividade de escrituração contábil e fiscal, realizar balancetes, balanço patrimonial, analisá-lo e observar as leis vigentes;

- Ter condições, conhecimentos e capacidade de interpretar e analisar dados estatísticos extraídos dos diversos relatórios contábeis, facilitando o crescimento econômico administrativo das instituições.